Articles

Habla del Silencio

Recomendação Tintos&Tantos

Habla del Silencio

Logo de cara, nos chama a atenção uma garrafa totalmente negra, muito elegante, onde se lê, na vertical: “Habla del Silencio...”

O produtor desse vinho espanhol da região de Extremadura é a Bodegas Habla, que tem em seu DNA a busca pela perfeição. Não é à toa que seu nome é uma homenagem à Michelangelo, que diante de seu Moisés esculpido em mármore, gritou: “parla, parla”.

O que também está no DNA da Bodegas Habla é a produção de vinhos exclusivos, mas não excludentes. Ou seja, eles atuam no que consideram ser o luxo acessível, inspirados no modelo instituído pelo mundo da moda, em duas frentes: aquela que eles chamam de “alta costura”, com edições únicas e limitadas, e a que eles chamam de “prêt-à-porter”, que representa o compromisso com a excelência, ano após ano.

Na categoria “prêt-à-porter” se encontra o Habla del Silencio, um vinho tinto excepcional e o mais conhecido da vinícola, produzido por meio de um inusitado corte das uvas Tempranillo, Cabernet Sauvignon e Syrah.

O nome Habla del Silencio também merece, aqui, a nossa atenção. Trata-se de uma referência a uma célebre frase, que teria sido dita por Beethoven: “Nunca quebre o silêncio, se não for para melhorá-lo”.

O princípio que guiou a produção desse vinho é que o refinamento não está na vestimenta; está no caráter, no gosto pela beleza, pelo singular e pelo sofisticado. O exemplar que degustamos, da safra de 2015, faz jus a essa ideia, sem sombra de dúvida.

Tanto é assim, que a importadora Hispania Vinhos, que traz o Habla del Silencio para o Brasil, o coloca no seu catálogo dentro da categoria vinhos de autor, sinômino de vinhos únicos que são capazes de refletir a expressão da região onde são produzidos, e refletir a arte por trás do trabalho do enólogo. Se quiser saber mais sobre o que são os vinhos de autor, clique aqui.

Quer saber como nasce o Habla del Silencio, um dos melhores tintos espanhóis que já vimos (e ainda bem que degustamos)? Por meio de um processo esmerado em todos os detalhes, da viticultura ecológica, ao amadurecimento em barricas novas de carvalho francês e uso de rolhas de primeira qualidade. Aliás, se você acha que rolha é tudo igual, conheça as principais diferenças entre as rolhas, clicando aqui.

O Habla del Silencio começa a conquistar o apreciador de vinhos pela garrafa, e não deixa nada a desejar depois de servido na taça, muito pelo contrário. Uma cor intensa e muito brilhante, com lágrimas bem formadas que refletem seus 14% de teor alcoólico, bem distribuídos em equilíbrio perfeito.

No nariz, seus aromas de cerejas escuras e maduras, e também de amoras, com notas de especiarias picantes, como pimenta, alecrim e menta, preparam o paladar para o que vem pela frente.

Na boca ele preenche nosso palato com um corpo bem estruturado e também com frescor, e convida para uma boa refeição. Pensamos em saborosos queijos curados e em carnes suculentas num saboroso molho tipo ragu.

Para que ele mostre seu melhor, não escondendo nenhuma de suas surpreendentes qualidades, sugerimos servi-lo a aproximadamente 16°C. Não arrisque desperdiçar esse grande vinho acreditando na lenda da temperatura ambiente, para vinhos tintos. Isso pode servir em outros climas, não em um país tropical.

Para encerrar, se quiser conhecer mais um rótulo da Bodegas Habla, que também recomendamos aos nossos leitores, clique aqui.

E, se quiser saber mais sobre a Recomendação Tintos&Tantos, clique aqui.




Artigos mais lidos